Home / Destaques / Produtores rurais de Porciúncula recebem fossas biodigestoras através do Programa Rio Rural

Produtores rurais de Porciúncula recebem fossas biodigestoras através do Programa Rio Rural

A Emater/RJ em parceria com a Prefeitura de Porciúncula tem desenvolvido várias ações através do programa Rio Rural, da Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio de Janeiro. Uma delas, que está trazendo importantes benefícios para o meio ambiente, é a instalação de fossas biodigestoras para os moradores da zona rural de Porciúncula. O município recebeu 384 kits de fossas, que estão sendo distribuídos em várias comunidades, sob orientação de técnicos da Emater em parceria com as secretarias municipais de Agricultura e Meio Ambiente.

De acordo com o assessor técnico regional da Emater, Ederson Costa, a instalação correta dos kits contribui significativamente para as melhorias no saneamento rural, ao dar uma destinação correta no esgoto de dejetos humanos. O sistema de fossas purifica os dejetos, através de um processo anaeróbico, e o efluente, que é o líquido resultante da purificação, pode ser usado como biofertilizante em algumas plantações. “Temos de conscientizar o homem do campo da importância de tratar este tipo de esgoto, para que não haja contaminação do meio ambiente e não traga doenças para sua própria família”, disse Ederson.

O objetivo principal do programa é a preservação da biodiversidade, fazendo uma agricultura de forma cada vez mais sustentável, através de uma ideologia participativa. Segundo o supervisor local do escritório da Emater, Flávio Gonçalves, Porciúncula foi uma das mais beneficiadas com o projeto, pela grande quantidade de fossas biodigestoras recebidas. “O programa de distribuição e instalação de fossas está em fase de aperfeiçoamento, sendo muito importante a participação do produtor rural na instalação e manutenção do equipamento”, alerta Flávio.

Os produtores rurais da Microbacia do Ribeirão do Onça, comemoram o sucesso da instalação das fossas, que já trazem melhorias em suas propriedades: “Estou muito satisfeito, pois antes eu jogava meu esgoto diretamente no brejo, agora com as fossas, posso contribuir com a natureza e ainda aproveito o material orgânico em minhas plantações”, disse José Bento da Fonseca. Já o produtor Geraldo Marcelino Marques agora pode se alimentar dos peixes pegos no ribeirão próximo a sua casa. “Já instalei a fossa há alguns anos, e não tenho dúvidas dos benefícios que ela traz para minha família. Tenho um excelente fertilizante natural e não poluo mais os rios”.

De acordo com o extensionista social da Emater, Antônio Gonçalves da Silva, todas as sete microbacias da região estão sendo beneficiadas.

FONTE: ASCOM

Veja Também

PM APREENDE QUASE 600 GRAMAS DE COCAÍNA EM PORCIUNCULA

Por volta das 15 horas de ontem (21), uma guarnição da Polícia Militar prendeu um ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *